Resenha: Jogos Vorazes – Suzanne Collins

Editora: Rocco
Ano de lançamento: 2010

Páginas: 397
“Na abertura dos Jogos Vorazes, a organização não recolhe os corpos dos combatentes caídos e dá tiros de canhão até o final. Cada tiro, um morto. Onze tiros no primeiro dia. Treze jovens restaram, entre eles, Katniss. Para quem os tiros de canhão serão no dia seguinte?…
Após o fim da América do Norte, uma nova nação chamada Panem surge. Formada por doze distritos. é comandada com mão de ferro pela Capital. Uma das formas com que demonstra seu poder sobre o resto do carente país é com Jogos Vorazes uma competição anual transmitida ao vivo pela televisão, em que um garoto e uma garota de doze a dezoito anos de cada distrito são selecionados e obrigados a lutar até a morte!
Para evitar que sua irmã seja a mais nova vítima do programa, Katniss se oferece para participar em seu lugar, Vinda do empobrecido Distrito 12, ela sabe como sobreviver em um ambiente hostil. Peeta, um garoto que ajudou sua família no passado, também foi selecionado. Caso vença, terá fama e fortuna. Se perder, morre. Mas para ganhar a competição, será preciso muito mais do que habilidade. Até onde Katniss estará disposta a ir para ser vitoriosa nos Jogos Vorazes?”
 Lembro bem do dia que conheci Jogos Vorazes, estava na casa de uma amiga minha que é super fã do Josh Hutcherson e ela estava comentando toda feliz: “Você já está sabendo do filme Hunger Games?” e eu não sabia do que ela estava falando. Indignada por eu não conhecer a história, ela fez questão de me mostrar todos os livros em inglês e isso foi o suficiente para eu comprar o meu livro assim que lançou no Brasil. Sei que quase todo mundo já leu esse livro ou então viu o filme, mas eu não podia deixar de fazer a resenha de um livro tão maravilhoso! A narração é surpreendente! Você se sente dentro do livro, se imagina dentro do campo de batalha e se identifica com algum personagem ou grupos. É inevitável.
Quando o livro começa, a narração é bem lenta, porque a autora quer mostrar ao leitor como toda a sociedade de Panem funciona (o que vai ser fundamental nos próximos livros) e só depois mostrar como os jogos realmente são. Na metade do livro você não quer deixá-lo de lado, precisa saber o que vai acontecer com os personagens principais. Eles vão ficar juntos? Ela vai ganhar os jogos? Pode ter certeza que isso é só uma parte do que vai passar na sua cabeça na hora da leitura.
A história começa explicando como é dividido o continente de Panem, e mostrando que todos eles são governados pela Capital, que é a única parte do país em que as pessoas possuem uma melhor qualidade de vida. Quando a irmã de Katniss é sorteada para entrar na nova edição dos Jogos Vorazes, que é um evento realizado pela Capital para mostrar aos distritos que ela ainda controla tudo e todos e evitar que eles tentem alguma rebelião, Katniss não pensa duas vezes e se voluntaria para ir no lugar de sua irmã. Junto com ela, vai Peeta, o filho do padeiro que no começo aparenta ser um pouco tímido e calado, mas no desenvolver a história, descobrimos o porquê.
Para sobreviver a tantas batalhas e ferimentos, decidem se unir para pelo menos um dos dois chegar no final dos jogos com vida. Mal sabem eles que o público está gostando de ver um casal interagindo mais nos jogos (o que normalmente é raro) e isso acaba juntando-os mais e aumenta as chances de algum deles ganhar. Disso surge um romance, que é um dos pontos mais interessantes do livro, porque afinal de contas, eles estão se envolvendo porque se gostam ou é para ganhar mais a atenção do público?
Jogos Vorazes não é nada mais que uma “crítica” a nossa sociedade, que aprecia tanto os Reality Shows que se distraem completamente de assuntos importantes que estão acontecendo ao seu redor. É uma leitura rápida (li em 3 dias) e muito interessante! Super indico para ler! (Não confie no filme, porque ele cortou algumas partes interessantes do livro.) Alguém ai já leu?
Beatriz.
Anúncios

Um comentário sobre “Resenha: Jogos Vorazes – Suzanne Collins

  1. Pingback: Resenha: Em chamas, por Suzanne Collins « tem que ser criativo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s